Entenda qual a diferença entre ética e moral

diferença ética moral
Entenda qual a diferença entre ética e moral
Avalie esse post

Este ano (2018) a Arábia Saudita começou uma atividade que há alguns meses era algo proibido no país: produzir carteira de motorista para mulheres. Após 40 anos, os crimes causados e incentivados por Charles Manson, ainda chocam o mundo. Se você está em dúvida sobre como as duas histórias se encaixam no contexto de ética e moral, não se preocupe, cada uma representa um dos conceitos.

Ética e moral são dois conceitos que defendem os modos corretos para viver em sociedade, mas cada uma possui local e tempo de validade. Dificilmente essas expressões são utilizadas como sinônimos, mas é comum confundir os conceitos. Antes de compreender cada conceito, é importante refletir que um faz sentido para um povo, enquanto o outro faz sentido para o indivíduo.

 

A ética faz referência a atitudes de cada ser humano, que é atemporal e não depende de região geográfica para fazer sentido. Para exemplificar, podemos imaginar o caso de Charles Manson, responsável por diversos assassinatos no fim da década de 60, dentre estes o da famosa atriz Sharon Tate. Embora esses crimes tenham ocorrido nos Estados Unidos, e há mais de quatro décadas, ele não deixou de ser considerado uma atitude errada, que ninguém deve copiar.

Diferente da ética, a moral não é imutável, ela pode sofrer variações conforme o tempo e local. No Brasil, tanto homens como mulheres dirigem, mas na Arábia Saudita esse direito só foi concedido recentemente. Então, agora mulheres dirigirem na Arábia não é mais visto como uma atitude imoral, mas é algo visto por aquele povo como algo moral.

 

Desta forma, para não confundir, basta pensar que uma pode mudar e a outra não, embora ambas sejam desenvolvidas para promover uma qualidade de vida tanto para o indivíduo, como para a sociedade. E para ficar ainda mais claro o significado, podemos analisar suas etimologias:

Ética – origina do grego, vinda da expressão “ethos” que significa ‘modo de ser’, logo caráter.

 

Moral – vem de “mores”,  que é latim e que tem sentido de ‘costumes’, ou seja, mutáveis.

Assim, quando alguém se refere a outro dizendo que é “anti-ético”, quer dizer que a pessoa fez algo totalmente inaceitável em qualquer região. Agora quando alguém diz que considera algo imoral, pode ser algo que é inaceitável por ela ou  local onde vive, mas que talvez seja completamente aceitável por outro. Enquanto a falta de ética fere o mundo, a falta de moral fere um grupo de pessoas.

 

Mas, vale lembrar que a ética pode ser burlada pela moral. Calma! Te explicamos. Por exemplo, que matar é algo errado, não há dúvida. Então, o que dizer de locais que praticam a pena de morte? Neste caso, esses locais não podem ser chamados de anti-éticos, porque ir contra a ética para eles é algo totalmente aceitável para proteger a moral (costumes do local). Outro exemplo é da mentira, que é uma atitude anti-ética, mas caso a pessoa seja um agente secreto, mentir é preciso.

Desta forma, não confunda ou use ética e moral como sinônimos, porque são totalmente diferentes. Embora, estejam preocupadas em prevalecer o convívio saudável entre humanos, que infelizmente, precisam de regras para não agirem de forma insana.

Daniel Fernandes

Daniel Fernandes

Advogado e Marketing Jurídico - Colunista no Blog do EPD Online.
Daniel Fernandes
Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *