Os juristas que marcaram a história do Direito

juristas
Os juristas que marcaram a história do Direito
Avalie esse post

O Direito que conhecemos hoje foi lapidado ao longo da história por diversos juristas, que contribuíram para a formar a ciência jurídica com seus estudos. Apesar de anos criados, muitos desses artigos ainda são usados pelas universidades e atividades profissionais ao redor do mundo, visto que, seus artigos continuam atuais e indispensáveis para que a sociedade possa viver ordeiramente.

 

Confira na sequência, alguns dos Juristas que marcaram a história do Direito e não deixe de se aprofundar mais sobre suas histórias e contribuições com o mundo.

 

Veja: Jurisprudência de Direito Civil: Conheça três casos reais.

 

Ulpiano

 

Ulpiano foi um jurista romano (170 – 228 a.C.), que teve influência não só no âmbito do Direito, como também foi um grande economista da época. Os três pilares que fundamentam o Direito Romano e o que conhecemos até hoje, envolvem a honestidade, o respeito e a justiça. Para ele, a justiça era quando cada indivíduo era tratado da forma devida.

 

Bártolo de Sassoferrato

 

Bártolo (1313-1357) foi um dos maiores jurisconsulto do Direito medieval e um dos mais populares comentaristas do Direito Romano. Por toda a sua contribuição com a ciência jurídica, ficou conhecido como o maior jurista da Idade Média. Suas obras ajudaram a desenvolver o Direito público e privado que conhecemos.  

 

Hugo Grócio

 

Hugo Grócio (1583-1645), além de filósofo, dramaturgo e poeta, também foi um jurista muito influente, por fundar, ao lado de Francisco de Vitória e Alberico Gentili – outros nomes marcantes na ciência jurídica – o Direito Internacional, fundamentado no conceito no Direito natural.  Dentre suas as doutrinas mais conhecidas, está a tão reconhecida De iure belli ac pacis (Lei de Guerra e Paz), onde são abordados os conceitos de guerra justa e Direito natural.

 

Ainda há outros nomes que foram responsáveis por doutrinas atemporais e que são discutidas e usadas não só por advogados, como diversos outros estudiosos das áreas humanas. Dentes eles, estão:

 

Gayo (120 – 178 a. C.);

Marco Tulio Cicerón (106 A. C. – 43 a. C.);

Justiniano (483 – 565);

Edward Coke (1552 – 1634);

Charles Luis de Secondat, Barón de Montesquieu (1689 – 1755);

Cesare Beccaria (1738 – 1794);

Jeremy Bentham (1748 – 1832);

Friedrich Karl von Savigny (1779 – 1861);

Alexis de Tocqueville (1805 – 1859);

Giussepe Chiovenda (1872 – 1937);

Jean-Étienne-Marie Portalis (1746 – 1807);

Rudolf von Ihering (1818 – 1892).

 

Saiba curiosidades sobre o tema e conheça a Pós-graduação em Direito Civil: Doutrina e Jurisprudência da EPD; estude com nomes influentes do Direito, que vão transformar a sua carreira jurídica. Saiba mais sobre essa novidade conferindo o post: Conheça a Pós em Direito Civil: Doutrina e Jurisprudência.

Editorial EPD Online

Editorial EPD Online

A Escola Paulista de #Direito 🎓- EPD - oferece cursos de pós-graduação, atualização, desenvolvimento acadêmico e profissional.
Editorial EPD Online
Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *