Técnicas para melhorar sua memorização nos estudos no Direito

estudos no Direito
Técnicas para melhorar sua memorização nos estudos no Direito
Avalie esse post

Incluir técnicas de memorização em seus estudos no Direito, podem melhorar o desempenho e auxiliar no aprendizado. Com o intuito de ampliar o poder da memória, sugerimos algumas técnicas que podem te ajudar.

 

Ao estudar um tema, procure começar do geral para o específico. Dessa forma, é possível entender o contexto através do conteúdo geral e aplicar na sintetização do tema. A combinação de contexto, análise e síntese é fundamental para uma boa memorização sobre o assunto.

 

Leia também: Técnicas para produzir um bom trabalho acadêmico

 

Utilize siglas para os principais assuntos estudados. Essa síntese e classificação do conteúdo auxilia no aprendizado e na lembrança. Procure associar os temas de estudo a outras coisas que facilite a recordação.

 

Componha frases malucas, que façam sentido para você, a partir dos principais conceitos aprendidos. Elas funcionam como gatilhos para a mente e permitem a recuperação da aprendizagem.

 

Explique o que você aprendeu para outras pessoas. Se você conseguir simular uma aula e lembrar de todo o conteúdo estudado, quer dizer que consolidou o teor da matéria. Há comprovação de que ao explicar sobre determinado tema, as conexões de neurônios se expandem, armazenando as informações na memória de médio prazo.

 

Explore a força da visualização. A visão é um dos sentidos mais fortes do ser humano. Através de gestos, cores e ícones, é possível otimizar a memorização. Portanto, exercite sua percepção.

 

Escreva suas anotações. Em pesquisas realizadas recentemente pelas Universidades de Princeton e Indiana, nos Estados Unidos, apontam que escrever à mão é mais eficiente do que digitar. Um circuito neural ativa a codificação do conteúdo escrito, facilitando a memorização e posterior recordação.

Editorial EPD Online

Editorial EPD Online

A Escola Paulista de #Direito 🎓- EPD - oferece cursos de pós-graduação, atualização, desenvolvimento acadêmico e profissional.
Editorial EPD Online
Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *